Influência do contexto histórico nos movimentos da França – parte II

“Na primeira metade do século XX, reinou a Escola de Paris. Não importava se os artistas de uma determinada tendência morassem ou não em Paris: a maioria dos movimentos emanava da França.”¹

A França, nos anos 20, 30 e 40, era um país em ascensão e tornou-se um centro na Europa. Era um dos lugares com mais dinheiro, que atraía poetas, pintores, escultores de todas as partes da Europa. Essa reunião cosmopolita permitiu que todos os grandes movimentos artísticos, científicos, filosóficos se formassem. Além disso, a radicalização política ajudou a criar os movimentos. Em um momento onde era necessário tomar partido em relação a tudo, foi necessário também tomar partido na Literatura e nas Artes. Os movimentos artísticos, portanto, tinham um cunho político ou filosófico.

Comentaremos a seguir os principais movimentos franceses desse período do século XX e a influência da História da França neles.

Como dito anteriormente houve resquícios de movimentos anteriores ao período citado. Por isso, é importante também relembrar movimentos que tiveram algum reflexo posteriormente.

Pós-Impressionismo

Período que sucedeu ao impressionismo e durante o qual ocorreram as primeiras manifestações artísticas que originaram as novas correntes de pintura do séc. XX, como, por exemplo, o expressionismo, o fovismo, o cubismo. Surgiu com a dispersão do grupo dos impressionistas, quando alguns artistas tentam superar as propostas básicas do movimento, desenvolvendo diferentes tendências, que foram agrupadas sob o nome de pós-impressionismo. Nessa linha estão os franceses Paul Cézanne e Paul Gauguin (1848-1903) que em suas telas abandona a perspectiva e delineia as figuras utilizando contornos pretos. As cenas evocam temas religiosos e mágicos, como em Cristo Amarelo. O principal nome do movimento é o pintor holandês Vincent van Gogh (1853-1890), criador de obras de pinceladas marcadas, cores fortes, e formas contorcidas e dramáticas. Outros nomes são os franceses Georges Seurat (1859-1891) e Paul Signac (1863-1935).

Port St.Tropez by Paul Signac

Port St.Tropez by Paul Signac

Art Nouveau

Ficou conhecido também como Style Moderne na França. Surgiu entre 1890 e a Primeira Guerra Mundial. Foi um movimento decorativo internacional, que se opôs à esterilidade da Era Industrial.

O Art Nouveau inovou também área gráfica, criando a técnica da litografia colorida, que teve influência nos cartazes.

Suas formas orgânicas, inspiradas na natureza, contrapunham-se à estética dos produtos fabricados por máquinas. O movimento era facilmente reconhecível por causa de suas linhas curvas e sinuosas.

Impression à la planche sur coton,1900

Impression à la planche sur coton, 1900

Fauvismo

Também conhecido como Fovismo. Surgiu na França e teve destaque entre 1904 e 1908. É considerado o primeiro movimento importante de vanguarda do século XX. Em 1905, em Paris, houve uma exposição que inaugurou o movimento. Alguns artistas foram chamados de fauves (feras), em virtude da intensidade com que usavam as cores puras. Um dos principais princípios do Fauvismo era que a cor pura deveria ser exaltada.

Nota-se a influência desse princípio no cartaz abaixo, de 1937, do artista Bellenger, da Art Déco (que será comentada posteriormente). Há também influência da Bauhaus, escola de design da Alemanha, no que tange às cores e à geometrização.

Bellenger, 1937

Dadaísmo

Teve origem em 1916, na Suíça, mas teve muito destaque na França. O termo tem muitas significações, nenhuma com sentido. Simboliza a filosfia anti-racional e espontânea que o movimento propunha. Dessa forma, a palavra dada passou a ser associada ao non-sense.
Apesar de aparentar não ter sentido, o Dadaísmo tinha um propósito: protestar contra a Guerra. A guerra era fruto da racionalidade do homem. Assim, os dadaístas achavam que não podiam mais confiar na ordem e na razão, pelo caos que isso trouxe ao mundo. A alternativa criada por esse grupo de artistas foi a de cultivar e enfatizar o absurdo.

Dadaísmo

Dadaísmo

Surrealismo

O Manifesto Surrealista foi publicado em 1924, por André Breton. Considerado o “filho do Dadá”, foi um movimento artístico e literário, influenciado também pelas teorias da psicanálise de Freud. “O Surrealismo, que implica ir além do realismo, buscava deliberadamente o bizarro e o irracional para expressar verdades ocultas, inalcancáveis por meio da lógica”² Os principais temas eram o acaso, a loucura, os sonhos, as alucinações, o delírio ou o humor, decorrentes do inconsciente e do subconsciente do ser humano.

Surrealismo

Surrealismo

Art Déco

Foi um movimento internacional de design, destacando-se de 1925 a 1939. O nome Art Déco veio da Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes (Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas), em Paris, 1925. Foi uma mistura de outros movimentos, tais como Construtivismo, Cubismo, Futurismo, Art Nouveau, Abstracionismo Geométrico. Como o próprio nome sugere, foi meramente decorativo. Predominavam as linhas retas ou circulares estilizadas, as formas geométricas e o design abstrato. O art déco apresenta-se de início como um estilo luxuoso, destinado à burguesia enriquecida do pós-guerra.

Alguns cartazes do Art Déco:

Charles Loupot, 1925

Robert Bonfils, 1925

¹ STRICKLAND, Carol. Arte Comentada. Ediouro: 1999, página 128.
² STRICKLAND, Carol. Arte Comentada. Ediouro: 1999, página 149.
Anúncios

~ por artesplasticasfranca em maio 12, 2009.

Uma resposta to “Influência do contexto histórico nos movimentos da França – parte II”

  1. O blog está muito bonito! Parabéns!
    Profa. Dra. Sandra Trabucco Valenzuela
    Universidade Anhembi Morumbi
    Curso Publicidade e Propaganda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: